Telefones para Contato
RIO DO SUL (47) 99123-2716 (47) 99123-2716
Ligamos para Você
2 Fale Conosco
Apresenta.me ~ Sistemas Imobiliários

Blog » Construção de casas por impressora 3D elimina tempo e custos

Publicado na Segunda, 12 de agosto de 2019, 9h00
Construção de casas por impressora 3D elimina tempo e custos

De guindaste à impressora 3D, as tecnologias da construção civil não se limitam a mudar os cenários do setor. De modo geral, elas chegam promovendo avanços em todas as áreas da economia e não é algo para o futuro, são processos que já estão sendo inseridos no presente.

As tecnologias já cumprem as funções de agilizar os processos, reduzir custos, eliminar retrabalhos e gerar maior eficiência. Imagine acrescentar a essa equação construir uma casa em poucas horas, com materiais resistentes e custos baixos. É o que promete a construção por meio de impressora 3D. Mas será que isso será possível para a realidade brasileira.

Fiador contraria previsões e permanece como forma de garantia mais utilizada

Como funciona

Impressora 3D
A impressora utiliza um material específico no momento da impressão (Foto: Shutterstock)

A construção de uma casa feita por meio de uma impressora 3D elimina etapas do processo, resultando em uma redução do tempo para que o projeto seja concluído e também diminuindo os custos, já que utiliza pouco material e também pouca mão de obra.

Na hora de construir, a impressora é levada até o local e ela é posicionada para injetar o material em um molde camada por camada e, justamente por isso, o resultado nos primeiros testes ainda têm deixado um aspecto visual mais rústico da casa. Só depois que as paredes secam é que a construção recebe as portas, janelas e teto.

Afinal de contas, vale a pena reformar o imóvel antes de colocá-lo à venda?

Realidade brasileira

Algumas construtoras já vem utilizando a tecnologia da impressora 3D (Foto: Shutterstock)

Já existem testes com casas construídas através de impressora 3D, mas a tecnologia ainda não chegou a uma escala comercial. No Brasil, no entanto, essa ainda é uma realidade distante.

?Acredito que é um horizonte meio longe, vai levar alguns anos. Ela tem que atingir o básico, ser um método barato, eficiente e resistente. Ainda é prematuro falar em escala comercial para o Brasil?, explica Serapião Bispo, diretor de Ciência e Tecnologia do Sindicato das Indústrias da Construção Civil de Pernambuco (Sinduscon-PE).

O uso de impressoras 3D para a construção de casas esbarra em duas questões para ser implementada no Brasil. ?Não acredito que esse seja o caminho para diminuir o déficit habitacional, não acredito que terá escala de grandes proporções, precisa industrializar a construção. Por outro, se ela fosse implementada, reduziria a geração de empregos na construção civil. Por isso, é preciso dar saltos proporcionais?, acrescenta.

Novo ‘Minha Casa, Minha Vida’ deve oferecer pagamento de aluguel ao invés de financiamento de imóveis

Experiências no mundo

Impressora 3D
A impressora 3D é muito utilizada em diversos países (Foto: Shutterstock)

Várias experiências já estão sendo feitas ao redor do mundo com a tecnologia. Em Nantes, uma família francesa foi a primeira a morar em uma casa construída com impressora 3D. O imóvel é ainda um protótipo e conta com 95 metros quadrados, com quatro quartos.

A impressão durou 54 horas, mas a conclusão das portas, janelas e tetos durou quatro meses. A casa teve valor de US$ 234 mil (aproximadamente R$ 900 mil), uma economia de 20% no custo de uma construção tradicional.

Outro exemplo aconteceu com uma parceria entre a ONG New Story e a construtora Icon, que resultou na construção de uma casa de concreto de 35 m² em 48 horas, em Austin, no Texas. O projeto agora é construir ainda neste mais 100 casas deste tipo em uma pequena comunidade de El Salvador.

A cidade holandesa Eindhoven anunciou no ano passado um projeto para construir um complexo imobiliário para moradia com cinco casas feitas com a ajuda de impressoras 3D.

Proibição de aluguel por temporada em aplicativos já é realidade em alguns condomínios de São Paulo, revela pesquisa

Outras tecnologias

Impressora 3D
A impressora 3D pode ser associada a outras tecnologias da construção civil (Foto: Shutterstock)

Enquanto a construção civil brasileira ainda aguarda a efetivação de processos como a construção de casas por meio de impressora 3D, vale ressaltar que outras tecnologias já são realidade no setor brasileiro, como é o caso do BIM (sigla para Building Information Modeling). Ele cria modelos virtuais de uma construção que permitem um maior controle ao longo de todo o processo.

?Com o BIM, é possível perceber todas as dimensões, o projeto é modelado e acompanhado como um todo. É possível saber todos os níveis da construção, prever quantidade de material que será usado, eliminando desperdício de material e também de tempo, já que elimina etapas de reconstrução. Desta forma, torna a obra também mais eficiente e sustentável?, afirma Serapião Bispo.

Conheça o selo LEED, certificação que atesta empreendimentos imobiliários sustentáveis

Conheça o ?kit vistoria? e fique preparado para visitar um imóvel:

+SFH ou SFI: qual modelo de financiamento é mais vantajoso?

+Saiba como funciona o financiamento de terrenos

+Quem está com ‘nome sujo’ ainda não consegue financiar imóvel

+Conheça os imóveis remanescentes, uma boa opção para quem quer negociar um lançamento

+Saiba como manter seus bens de valor seguros dentro de casa

Fonte: ZAP em Casa